sexta-feira, 18 de julho de 2014

Bolo de limão



Mais um bolo de limão. Não me canso deles e não consigo comprar limões sem pensar em preparar um aqui em casa. Óbvio que a mudança de apartamento no início do mês também tem muito a ver com isso. Casa nova, móveis novos, eletrodomésticos novos, um fogão com um forno maravilhoso e claro, toda aquela empolgação de estar em um lugar novo e que é a nossa cara, me deixam muito mais inspirada a cozinhar. E além de tudo, cheiro de bolo assando é arrasador, não é mesmo? Eu adoro!

Esse é um daqueles bolos bem coringas, super fofo e perfeito para acompanhar uma xícara de chá ou café; para comer no fim da tarde enquanto você lê, ou só quando você quer curtir o jardim e a casa. A massa é super fácil de fazer e com a adição do buttermilk, deixa o sabor do limão muito mais pronunciado. Eu realmente tenho aderido ao buttermilk quando vou assar um bolo, principalmente se uso bicarbonato de sódio. O resultado é sempre um bolo bem macio e saboroso. 
O glacê é opcional mas se você, assim como eu, é amante dos sabores mais cítricos, ele acaba sendo indispensável. 

Enfim, o fim de semana chegou, já tenho uma parte do café da manhã pronta...quem sabe não coloco um pouco de ação na minha "to do list". E vocês, grandes planos?

Beijos e bom fim de semana!



Tempo de preparo: 15 Minutos
Tempo de forno: 50 a 60 minutos
Rendimento: 12 porções
Quase nada adaptada daqui

Ingredientes

1 xícara de manteiga sem sal, em temperatura ambiente
2 xícaras de açúcar
5 ovos
3/4 xícara de buttermilk*
1/2 xícara de suco de limão (eu usei siciliano)
Raspas de 2 limões (eu usei siciliano)
3 xícaras de farinha de trigo
1 colher (chá) sal
1/2 colher (chá) fermento em pó
1/2 colher (chá) bicarbonato de sódio

Ingredientes para o glacê de limão

2 xícaras de açúcar de confeiteiro
3 a 4 colheres (sopa) de suco de limão (usei tahiti)

Modo de preparo

1. Pré aqueça o forno a 175 graus. Unte com manteiga e polvilhe com farinha de trigo as formas que for usar (no meu caso eu usei a da foto e mais 2 menores em formato de bolo inglês).

2. Misture o buttermilk com o suco de limão e as raspas de limão. Reserve. Misture a farinha de trigo, o sal, o fermento e o bicarbonato. Reserve.

3. Na batedeira, com o acessório raquete, bata a manteiga com o açúcar até obter um creme claro e fofo, aproximadamente 5 minutos. Acrescente os ovos, um a um, adicionando o próximo apenas quando anterior estiver completamente incorporado. Diminua a velocidade da batedeira e acrescente a mistura da farinha de trigo, em 3 adições, intercalando com a mistura de limão e buttermilk. Comece e termine com a farinha. Distribua nas formas preparadas e leve ao forno por mais ou menos 50 a 60 minutos, ou até que ao fazer o teste do palito, o mesmo saia seco. Retire do forno e deixe esfriar completamente.

4. Para o glacê, misture os dois ingredientes e distribua sobre o bolo já frio.

Obs.: * Se você não encontrar o buttermilk pronto, misture 1 colher (sopa) de suco de limão com 1 xícara de leite. Deixe descansar por 10 minutos e estará pronto para uso. Lembre-se que na receita você só usa 3/4 xícara, ok?

Print Friendly and PDF

domingo, 13 de julho de 2014

Panna Cotta com Compota de Cerejas



Gosto da experiência de ver e viver 4 estações bem distintas, cada uma com sua particularidade e beleza ímpar. Gosto de apreciar o renascimento e a mudança do verde novo e vivo da primavera, as tulipas dando espaço para as flores da próxima estação. Gosto de escutar as rápidas e intensas chuvas de verão, de piqueniques no parque em dias ensolarados. Me sinto presenteada com a mudança das cores dando boas-vindas ao outono, da comida reconfortante que a estação pede, de uma taça de vinho para prolongar a noite após um longo dia. E o inverno, esse também traz sua beleza particular. As paisagens brancas, os dias de céu azul contrastando com a neve que caiu no dia anterior, as árvores cobertas com o que você pode quase afirmar ter sido uma tempestade de algodão. Resumindo...é impossível não se deslumbrar com o que a natureza nos oferece ao longo do ano

Mas melhor do que tudo isso, é poder aproveitar tudo o que cada estação traz a nossa mesa, cada uma nos apresenta o que de melhor a natureza pode oferecer e eu estou fascinada com o que posso fazer com cada alimento em seu auge. 
Estamos no verão e o perfume dos morangos recém colhidos figuram por toda a cidade, desde grandes supermercados às épiceries de cada quartier. São os meus preferidos! Sem falar dos mirtilos, framboesas, amoras, pêssegos, damascos suculentos, ameixas e suas variações, milho, alcachofras, berinjelas, abobrinhas de todos os formatos e cores...e os tomates? Oh mon dieu, os tomates merecem um capítulo a parte. E claro, como o post sugere, cerejas. De diversas cores e formatos, elas não faltam na minha geladeira. Doces, suculentas e intensas. Ahh, e o melhor? CAD 5,00/Kg. Então eu me dou ao luxo de usá-las em compotas, bolos, saladas e o que mais gosto, comê-las puras em frente a TV ou enquanto aprecio o jardim lá fora.

A panna cotta na verdade foi só um pretexto para usar a compota. Apesar de ser uma das minhas sobremesas favoritas (leia-se: fácil de preparar e deliciosa!), ela não tinha aparecido em minha cozinha desde que mudei para cá. Mas nunca é tarde, não é mesmo? Essa panna cotta em particular foi a melhor que já fiz! Muito cremosa e com a quantidade de açúcar ideal para receber as cerejas que já trazia todo o doce que você vai precisar...pontos para a panna cotta e um troféu para a compota! Com certeza uma sobremesa que vai aparecer outras vezes por aqui.

Beijos para vocês e bom domingo!



Tempo de preparo panna cotta: 10 minutos
Tempo de preparo compota: 15 minutos
Tempo de descanso: 6 a 8 horas
Rendimento: 6 porções (ou 4 para os mais gulosos...como eu!)

Ingredientes da panna cotta

3 folhas de gelatina
2 xícaras de creme de leite com 10% de gordura
1 xícara de creme de leite com 35% de gordura
1/3 xícara de açúcar granulado
1 fava de baunilha (opcional)

Ingredientes para a compota

2 xícaras de cerejas, sem caroço
2 colheres (sopa) de açúcar
2 colheres (sopa) de licor de framboesas (opcional)

Modo de preparo

1. Hidrate as folhas de gelatina em água gelada e deixe descansar por 5 minutos. 

2. Leve ao fogo muito baixo, o creme de leite (10% de gordura) com o açúcar e a baunilha, até que o açúcar dissolva. NÃO deixe ferver. Se você perceber que a mistura está começando a levantar fervura, retire do fogo imediatamente para esfriar. Uma vez que a gelatina estiver hidratada, escorra bem e adicione à mistura para que dissolva. Cuide para não deixar ferver. Quando a gelatina dissolver, retire do fogo e misture o creme de leite restante. Descarte a fava de baunilha e distribua a mistura nos recipientes em que você for servir. Leve à geladeira por pelo menos 6 horas para firmar.

3. Prepare a compota enquanto a panna cotta está na geladeira. Leve ao fogo baixo as cerejas e o açúcar. Deixe cozinhar por 10 minutos. Retire as cerejas da panela e devolva o líquido ao fogo. Deixe reduzir até que fique com consistência de calda. Retire do fogo e acrescente o licor (se for usar...mas eu recomendo). Devolva as cerejas a calda e deixe descansar em temperatura ambiente até esfriar. Leve a geladeira até a hora de servir.

4. Sirva a panna cotta acompanhada da compota



Obs.:

  • Se você não encontrar o creme de leite 10%, substitua por 1 e 1/2 xícara de leite integral e aumente o creme de leite 35% para 1 e 1/2 xícara;
  • Essa receita funciona muito bem se saborizada com raspas de limão ou laranja. Para servir com a compota, sugiro usar laranja;
  • Apesar de desenformada a panna cotta ficou muito cremosa, portanto mesmo que decida servir em copinhos, sugiro não reduzir a gelatina;
  • A compota pode ser usada para acompanhar sorvetes, queijos (com queijos a base de leite de cabra, funciona muito bem!), bolos, etc.


Print Friendly and PDF

quinta-feira, 6 de março de 2014

Bolo de Fubá...Querido Bolo de Fubá

Adoro aquele momento mágico, em que toda a casa é tomada pelo cheiro de um bolo assando. Não há nenhum outro preparo que bata isso. E apesar de acreditar que o momento de desenformar o bolo pode ser tão bom quanto, ainda assim me transformo quando sinto os aromas de um bolinho assando no forno.

Desta vez foi um de fubá. Delicado, macio, saboroso... o melhor que já comi! Me lembrou a casa da minha mãe. Cada pedaço que eu comia era como se sentir abraçada por ela. A cada novo pedaço que eu cortava, podia até sentir o cheirinho do café que ela sempre fazia para nos receber. Pude até escutar sua voz à me perguntar se eu queria pão de queijo também...ou se queria levar uma forma de bolo para casa...E, mesmo com a distância, eu pude sentir que estava perto...difícil de explicar, mas quem está longe daqueles que amamos tanto, sabe bem o que quero dizer.
É incrível como a comida nos transporta para ocasiões especiais em nossa vida, não é mesmo? Posso citar inúmeros preparos que me lembram família...outros que me recordo dos queridos amigos...fatos importantes na minha vida...enfim, até naquelas situações que podem parecer banais, uma comida boa sempre torna o momento especial! 

E o meu domingo foi assim, transformado por uma xícara de chá, a deliciosa companhia do meu Amore e um pedaço de bolo de fubá. Mais uma semana encerrada e dessa vez com a melhor das recompensas...

Beijos para vocês e boa sexta-feira!

Tempo de preparo: 15 Minutos
Tempo de forno: Aproximadamente 30 Minutos
Rendimento: 6 a 8 porções
Receita da super talentosa Chef Joyce Galvão

Ingredientes

250g de manteiga sem sal, em temperatura ambiente
300g de açúcar refinado
5 gemas
200ml de leite
120g de farinha de trigo
150g de fubá
20g de fermento em pó
5 claras

Modo de preparo

1. Unte uma forma (grande) de buraco no meio com manteiga e polvilhe fubá. Reserve. Pré aqueça o forno a 180ºC.

2. Em um bowl, misture a farinha, o fubá e o fermento. Reserve. Na batedeira, com o auxílio do batedor em forma de raquete, bata e manteiga com o açúcar até obter um creme claro e fofo, mais ou menos 5 minutos. Adicione as gemas e bata até incorporar. 

3. Incorpore os ingredientes secos, intercalando com o leite. Bata as claras em neve e incorpore delicadamente à mistura. Transfira para a forma preparada e leve ao forno pré-aquecido por mais ou menos 30 minutos, ou até que ao fazer o teste do palito, o mesmo saia seco. Retire do forno, deixe descansar 10 minutos e desenforme.

Sirva com uma xícara de chá ou café e aproveite!

Print Friendly and PDF

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Torta de Abobrinha, Queijo Feta e Tomate



Fevereiro está quase no fim, os dias já se notam mais longos e eu que, mesmo aproveitando cada descoberta do inverno, já me vejo pensando em árvores verdes e floridas, pássaros a cantarolar e claro, sentir o sol entrando pela casa e por que não dizer, pela alma. 

E por favor, não pensem que o inverno é vilão. Não, ele não é. Até hoje não me deixei intimidar pelas baixas temperaturas ou pelas poucas horas de sol. Mas agora, nesse quase início de março, a menos de 1 mês para a chegada da primavera, já me vejo buscando vegetais mais frescos e pratos mais leves. Anseio pelas temperaturas amenas que essa bela estação deve nos trazer, pelo renascimento das plantas, pelos goles de um bom vinho branco, pelos aspargos recém colhidos, pelas ervilhas frescas e claro pelas refeições ao ar livre…sentir o ar puro, acompanhada de um bom prato e uma boa bebida…Nada mal, não é mesmo?

Bom, por hora, já tentando entrar no clima da primavera, e altamente influenciada pelas belas abobrinhas que encontrei ontem no marché de fruits, eu vos deixo com uma bela idéia para os dias onde falta inspiração para um jantar ou talvez um almoço. 

Abobrinhas, queijo feta e tomtates…um belo kit de boas-vindas para a tão esperada estação!

Beijos para vocês e bom fim de semana!



Tempo de preparo: 10 minutos
Tempo de forno: Aproximadamente 25 a 30 minutos
Rendimento: 6 porções

Ingredientes

3 ovos
1/2 xícara de óleo de semente de uva (se não tiver use outro de sua preferência)
1/2 xícara de azeite de oliva virgem
2 xícaras de leite
2 xícaras de farinha de trigo
1 colher (sopa) de fermento em pó
1 colher (chá) orégano fresco picadinho
Sal e Pimenta do reino a gosto

Recheio

2 a 3 abobrinhas italianas, cortada em cubinhos
200g de queijo feta, cortado em cubinhos
Tomates a gosto

Modo de preparo

1. Pré aqueça o forno a 190 graus. Unte e enfarinhe uma assadeira grande ou então 6 ramekins. Reserve.

2. No liqüidificador bata todos os ingredientes da massa com exceção do fermento em pó. Retire do liqüidificador coloque em uma tigela grande e adicione o fermento em pó. Misture bem.

3. Transfira a massa no refratário preparado, distribua o recheio e leve ao forno pré aquecido por aproximadamente 25 a 30 minutos, ou até que esteja dourada e assada por dentro.

A receita da massa é da minha querida amiga Glau.
Print Friendly and PDF

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Chocolate Chip Crumb Cupcakes



Escrevo esse post, sentada a frente da janela da sala de jantar e pasmem, são 17:06h e ainda há claridade do lado de fora! Ah sim, isso é motivo para comemorar! Sei que o pior ficou para trás e as noites que antes começavam em torno de 15:30h, agora só dão o ar da graça depois das 17:00h. Lindo demais!

Muita gente me pergunta o que é o pior do inverno. E eu sempre dou a mesma resposta, a redução do dia e o prolongamento da noite. Não que a noite também não seja bem vinda, eu adoro a noite também, mas vamos combinar que ver o sol nascer as 08:00h e vê-lo se pôr perto das 15:30h, não é a melhor experiência que já vivi. Acordar e olhar para fora e ver que está escuro...é um belo motivo para querer dormir mais. Há poucos dias atrás, por exemplo, quando marcava 17:00h no relógio o Amore já estava me perguntando do jantar...ou seja, o relógio biológico entende que está escuro e que está na hora de comer. Realmente queria entender como isso funciona para os Canadenses. Dias curtos durante 4 a 5 meses...dias absurdamente longos durante outros 3 meses... é para deixar qualquer organismo meio maluco, não é mesmo?
Enfim, o fato é que sou uma menina do dia e sempre fui, gosto da luz e da idéia que o dia é suficiente para fazer tudo o que quero...a sorte é que a primavera se aproxima cada vez mais e claro, o verão...com seus dias longos...adoro! Não o calor, mas os dias intermináveis.

Bom, e aproveitando que o forno aqui anda a todo vapor, hoje foi dia de cupcakes. Há tempos não os preparava, e meus pacotes de chocolate na despensa pedindo socorro, era uma boa idéia juntar o útil ao agradável, não acham? E apesar da surpresa de ter olhado para fora e ainda ver um "que" de claridade, a melhor surpresa do dia foi provar esses pedacinhos de nuvens mesclados com a intensidade do chocolate e o crocante do crumb, um conjunto de sensações... Foi realmente um bom momento do dia!




By the way, aproveitando que estamos em época de olimpíadas de inverno e que o Canadá está com tudo, fomos dar apoio aos atletas locais no último fim de semana onde aconteceu a famosa corrida de canoa no rio que atravessa a província de Québec! Além do dia ter colaborado, com o sol brilhando e o céu azul, conseguimos um lugar super especial no meio da multidão e deu para tirar umas fotinhas legais...da jornada no rio quase congelado! Super diferente e super legal!



Espero que gostem!

Beijos para vocês!

Tempo de preparo: 15 minutos
Tempo de forno: Aproximadamente 15 minutos
Rendimento: 12 Cupcakes grandes

Ingredientes do Crumb

1/2 xícara de farinha de trigo
1/2 xícara de açúcar mascavo claro
1/4 xícara de manteiga sem sal gelada, cortada em cubinhos
1 colher (chá) de extrato de baunilha

Ingredientes para o Cupcake

1 xícara de farinha de trigo
1/4 xícara de farinha para bolos
1 colher (chá) de fermento em pó
1/4 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1/4 colher (chá) de sal
3/4 xícara de mini gotas de chocolate meio amargo
1/2 xícara de manteiga sem sal, em temperatura ambiente
3/4 xícara de açúcar de confeiteiro
2 ovos grandes
1 colher (chá) de extrato de baunilha
1/2 xícara de buttermilk

Modo de preparo

1. Pré aqueça o forno a 200 graus. Distribua as forminhas de cupcakes na forma. Reserve.

2. Prepare o crumb. Misture a farinha com o açúcar e acrescente os cubinhos de manteiga e a baunilha. Com a ponta dos dedos, incorpore a manteiga fazendo uma espécie de farinha mais úmida. Transfira para a geladeira.

3. Prepare os cupcakes. Misture as duas farinhas com o fermento, bicarbonato de sódio e o sal. Separe duas colheres de sopa desses ingredientes e misture 1/2 xícara das gotas de chocolate. 

4. Bata a manteiga com o açúcar na batedeira (com o acessório raquete) até obter um creme claro e fofo, aproximadamente 5 minutos. Acrescente os ovos, um a um, acrescentando o segundo apenas quando o primeiro estiver completamente incorporado. Acrescente a baunilha e desligue a batedeira. Intercale os ingredientes secos e o buttermilk na massa, começando pelos ingredientes secos e terminando por eles também. 

5. Distribua a massa nas forminhas de cupcake, cubra com o crumb que estava reservado na geladeira e leve ao forno pré aquecido por mais ou menos 15 minutos, ou até que ao fazer o teste do palito o mesmo saia seco. Retire do forno e ainda na forma, distribua o restante do chocolate, deixe descansar por mais ou menos 10 minutos e transfira por uma grade para esfriar completamente.

Delícia!

Um nadinha adaptado daqui.




Print Friendly and PDF
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...