quarta-feira, 6 de maio de 2015

Torta de Limão Siciliano


Meus pais virão me visitar em junho! 
Se estou feliz? Estou radiante! Vai ser a primeira visita deles ao Canadá e a primeira viagem internacional. Nosso último encontro foi em maio/2014 e a saudade está apertando cada dia mais, assim, para deixar a viagem ainda mais gostosa para eles, já estou planejando os passeios, os museus que vamos visitar, os parques, restaurantes...e claro, o que vou preparar para eles durante a viagem. Mal posso esperar dia 03 chegar!
Bom, e falando no cardápio, eu quero certamente mostrar um pouco da comida típica da região, os queijos de Charlevoix, as frutas da Île d'Orléans,  os frutos do mar em geral que, além de serem fartos por aqui, são deliciosos; quero levá-los para comer um brunch no Chateau Frontenac, para provar a deliciosa comida escandinava do Chez Boulay e talvez finalizar com uma bela refeição grega no Le Mezzé! Claro que quero cozinhar para eles também. Vou aproveitar cada minuto da estadia deles para matar a saudade e agradá-los de todos os jeitos. São muitos planos, muita alegria e, mesmo ainda faltando pouco menos de 30 dias para a chegada deles., vocês não vão achar estranho se eu confessar que já estou pensando no que cozinhar, não é mesmo? :D

Essa deliciosa torta de limão com certeza já está na lista! A da foto foi feita para o chá da tarde que ofereci para algumas amigas no fim de semana e foi sucesso total! É uma sobremesa super simples de preparar e definitivamente uma das melhores tortas de limão que já comi. Além de super elegante, essa torta é super delicada no paladar e com certeza seria um delicioso acompanhamento tanto para um chá da tarde como para finalizar uma refeição leve de verão ou um jantar especial. Eu por exemplo acho que não precisa de ocasião especial para fazer comida boa...a ocasião é apenas querer comer bem, então com certeza dá para prepará-la com a desculpa de matar aquela vontade de comer um docinho com um "zing" de limão! Qualquer motivo para comer torta de limão é um bom motivo...pelo menos em minha opinião!

Então por hoje as novidades são essas. Espero que vocês estejam bem e que tenham um bom restinho de semana! 

Beijos,
Stef

Tempo de preparo: 20 minutos
Tempo de descanso da massa: 1 hora
Tempo de forno da massa: 18 minutos
Tempo de forno da torta já montada: 30 minutos
Rendimento: 1 torta de aproximadamente 
Quase nada adaptada daqui

Ingredientes para a massa sablé

150g de manteiga sem sal em temperatura ambiente 
110g de açúcar impalpável (pode ser açúcar de confeiteiro) 
3 gemas 
250g de farinha de trigo 
½ colher (chá) de extrato de baunilha
1 pitada de sal 

Ingredientes para o recheio de limão

5 ovos
140g de açúcar refinado
150g de creme de leite (35% de gordura)
130ml de suco de limão siciliano
2 colheres (sopa) de raspas de limão siciliano

Modo de preparo 

  1. Bata a manteiga com o açúcar na batedeira com o acessório que parece uma raquete, até obter um creme branco. Adicione o extrato de baunilha e as gemas. Bata até incorporar. Acrescente a farinha de trigo e bata levemente até incorporar a farinha de trigo. 
  2. Cubra a massa com papel filme e leve a geladeira por pelo menos 1 hora antes de usar. 
  3. Pré aqueça o forno a 180ºC. Cubra a forma com a massa e depois leve a geladeira novamente antes de levar ao forno.  Cubra a massa com papel alumínio e coloque um peso sobre ele (Grão de feijão, grão de bico, cerâmica própria para esse uso, etc) a fim de evitar que a massa crie bolhas no fundo e cozinhe por igual. Leve ao forno e asse por mais ou menos 8 a 10 minutos. Retire o papel alumínio e o peso, leve novamente ao forno por aproximadamente 8 minutos, ou até que fique levemente dourada, tanto no fundo quanto nas laterais.
  4. Prepare o recheio enquanto a massa está no forno. Misture, com a ajuda de um fouet, todos os ingredientes, com exceção das raspas de limão. Passe a mistura por uma peneira e adicione as raspas de limão. 
  5. Abaixe a temperatura do forno para 160ºC. Cubra a massa já pré-assada com o recheio e leve ao forno por aproximadamente 30 minutos ou até que o centro da massa esteja levemente firme. Retire do forno e deixe esfriar antes de servir.
Sirva em temperatura ambiente  ou gelada.

Obs.: A massa é suficiente para aproximadamente 1 e 1/2 torta. Mas você pode congelar o restante da massa por até 2 meses ou conservar por até 3 dias na geladeira. 
Print Friendly and PDF

domingo, 3 de maio de 2015

Chá da Tarde e Macarons de Chocolate Branco e Framboesas



Hoje vi bulbos de tulipas crescendo aqui pela vizinhança, sinal que a primavera realmente está chegando, mesmo que mais de 1 mês atrasada, e isso aquece meu coração. Esse renascimento da natureza, o fim da estação glacial e as férias se aproximando, trazem consigo uma energia contagiante e muita vontade de aproveitar cada minuto da vida...trazem alegria!

E com esse sentimento de renovação, inevitavelmente tenho pensado muito no que fazer para aproveitar melhor as novas oportunidades que a vida tem me apresentado e uma das minhas resoluções é cultivar mais as amizades que tenho feito por aqui. Assim, imediatamente me recordo que quando eu ainda morava no Brasil, um dos meus programas favoritos era receber minhas queridas amigas em casa para um chá, brunch, almoço...n'importe quoi! Eu queria mesmo era estar com elas, ter boa comida, boa bebida e claro, boas conversas.  Então, com essas doces recordações visitando meus pensamentos, por que não fazer o mesmo com minhas novas amizades aqui pelas terras do norte? Ótima idéia, não acham?! Enfim, foi assim que convidei meia dúzia de queridas pessoas para um chá da tarde aqui em casa e passamos algumas horas conversando, sorrindo e comendo bem! Foi um fim de tarde super agradável e espero repetir outras vezes! O cardápio foi simples, mas cumpriu bem o papel...vou postando as receitinhas para vocês ao longo da semana, ok? 


A receita de hoje é um item que não pode faltar em um chá da tarde, macarons! Quer dizer, pode faltar sim, mas vocês sabem como eu sou...adoro arrumar um pretexto para preparar essas belezinhas :). Os de hoje são rosas para combinar com as meninas e de chocolate branco e framboesa para aproveitar as belas frutinhas que eu tinha em casa. Eu adorei o resultado final e espero que vocês também gostem!

Ah, e as tulipas? Assim que florescerem, mostro fotos para vocês!

Beijos e bom domingo!



Tempo de preparo dos macarons: 15 Minutos
Tempo de secagem: 1 hora
Tempo de forno: 15 minutos
Tempo de preparo do recheio: 20 minutos
Rendimento: 60 a 70 macarons de 2,5cm de diâmetro (já recheados)

Ingredientes para os macarons

110g de claras de ovo em temperatura ambiente
40g de açúcar refinado
225g de açúcar de confeiteiro
125g de farinha de amêndoas bem fina

Ingredientes para o recheio de chocolate branco e framboesa

150g de chocolate branco de boa qualidade
60ml de polpa de framboesas (leve as framboesas ao fogo e deixe quando virar um purê, passe pela peneira, só depois separe os 60ml)
1 colher (chá) de licor de framboesas (opcional)

Modo de preparo

1. Bata a farinha de amêndoas com o açúcar de confeiteiro no processador. Bata usando a tecla pulsar, de 3 a 4 vezes, não deixando bater mais que 30 segundo em cada vez. Passe por uma peneira e reserve. 

2. Bata as claras em neve na batedeira, quando estiverem com volume e já brancas, adicione o açúcar refinado em chuva. Acrescente o corante em gel e deixe bater por mais alguns instantes até que fique firme, porém flexível. 

3. Para a macaronage, primeiro coloque 1/3 do merengue e misture até que fique uniforme. Acrescente o restante do merengue e envolva rapidamente com uma espátula de silicone. Tente fazer a menor quantidade de movimentos possíveis. Lembre-se de como você incorpora claras a massa de bolos, delicadamente e com movimentos envolventes...mas aqui tem que ser mais rápido e preciso, não podemos misturar demais, ok? 
O ponto da massa é uniforme, porém com textura...se ficar muito líquido, provavelmente você misturou demais e a massa perdeu sua estrutura. Transfira para o saco de confeiteiro e molde os círculos do tamanho desejado sobre o silpat ou o papel manteiga (eles devem estar apoiados em uma forma). 

4. Bata com a forma na bancada por 3 a 4 vezes até que todo o ar, que eventualmente possa estar dentro dos macarons saia. Coloque a forma sobre outra forma de abas baixas. Deixe descansar em temperatura ambiente por 60 minutos ou até que ao tocar o macaron, o mesmo não grude na ponta dos dedos. Deve ser formada uma casquinha.. Não deixe perto do fogão ou lugar úmido. Dê preferências para lugares frescos e secos. 

5. Enquanto o macaron seca, pré aqueça o forno a 150 graus. Depois do período de descanso, leve ao forno pré aquecido por 15 a 16 minutos. Para saber se está bom, dê leves toques na superfície, ela deve estar seca e com som levemente oco. Retire do forno e retire o silpat ou papel manteiga imediatamente da forma e transfira para uma superfície fria ou gelada (pode ser a bancada da cozinha). Se a bancada não estiver muito fria, borrife água fria e assim a temperatura irá baixar e ao causar o choque térmico o macaron irá desgrudar facilmente. Nunca tente desenformar antes que eles estejam completamente frios, ok? 
Se mesmo assim eles ficarem mais "resistentes"para sair da forma, leve rapidamente ao freezer e depois desenforme. 

6. Depois de desenformado, guarde em recipiente hermeticamente fechado e leve a geladeira. 

7. Prepare o recheio. Derreta o chocolate branco em banho-maria, adicione a framboesa e o licor. Deixe esfriar até ter uma textura que possa ser passada pelo saco de confeiteiro e manter o formato. Transfira para um saco de confeiteiro e recheie os macarons.

Obs.: Os macarons podem ser congelados por até um mês, se recheados, ou  até 2 meses, sem recheio. 
Print Friendly and PDF

domingo, 25 de janeiro de 2015

O Melhor Bolo de Amêndoas


Quinta-feira saí com uma amiga super querida e passamos quase todo o dia juntas. Fizemos compras, almoçamos e nos divertimos muito! Ontem me encontrei com outra amiga e passamos a tarde "batendo" pernas pelo shopping, olhando as vitrines que anunciavam as liquidações de inverno e claro, conversamos muito. Adorei meus dois últimos dias! 
Então ontem voltei para casa me perguntando por que não faço isso com tanta frequência. Sempre fui uma pessoa de poucos e bons amigos, então durante o percurso decidi que vou fazer o possível para aproveitar momentos como esses, eles realmente revigoram e me deixam muito feliz!

A vida aqui é uma delícia! Cada dia é um novo aprendizado, seja uma palavra nova, seja algum aspecto da cultura canadense...a vida segue, e está muito boa! Sinto falta de poucas coisas do Brasil, mas quando o assunto é família e amigos....a conversa muda. Como sinto falta das pessoas queridas que ali ficaram, das conversas, dos abraços, dos fins de semanas rodeados pela família e boa comida...enfim, saudade das pessoas e não das coisas. Por sorte é possível nos comunicar, ver o pessoal pelo vídeo e, apesar da distância, já recebemos diversas visitas dos amigos e família e adoramos mostrar um pouco da nossa vida aqui para eles e matar a saudade dos momentos que passávamos juntos no Brasil. 

Bom, então hoje com um pouco dessa nostalgia no ar, acordei pensando em uma amiga muito querida e minha vontade era ligar para ela, marcar um lanche da tarde e dar um abraço bem forte nela. Como a distância não me permite, depois do almoço eu decidir assar um bolo que eu tenho certeza que ela adoraria. Já fiz esse bolo diversas vezes e ele sempre fica muito bom, mas hoje foi diferente. Não sei se foi o carinho que coloquei, mas o bolo ficou muito melhor. A massa ficou mais leve, o bolo mais úmido...enfim, acho que o esse "ingrediente" especial fez toda diferença. 
Comi uma fatia do bolo no fim da tarde acompanhada com morangos e uma xícara de chá. Ela não estava aqui comigo para conversamos, mas depois de comer esse bolinho tão saboroso meu coração ficou até mais quentinho e de uma certa forma, senti que apesar da distância, ela não está nada longe, ela está e sempre esteve aqui comigo...

Beijos para vocês e bom domingo!



Tempo de preparo: 10 minutos
Tempo de forno: Aproximadamente 50 minutos
Rendimento: 1 Bolo com mais ou menos 25 cm de diâmetro
Receita levemente adaptada do talentoso David Lebovitz

Ingredientes

1 e 1/4 xícara de açúcar 
3/4 + 1/4 de farinha de trigo (140g no total)
225g de manteiga sem sal, em temperatura ambiente
1/2 colher (chá) de extrato de amêndoas
1 colher (chá) de extrato de baunilha
6 ovos, em temperatura ambiente
1 e 1/2 colher (chá) de fermento em pó
3/4 colher (chá) de sal

Modo de preparo

1. Pré aqueça o forno a 160°C. Unte com manteiga uma forma redonda de aproximadamente 25cm de diâmetro e com abas altas, forre o fundo com papel manteiga, unte o papel com manteiga e polvilhe farinha em toda a forma. Reserve.

2. No processador, bata a pasta de amêndoas, o açúcar e 1/4 xícara da farinha de trigo; até obter uma mistura com textura de farofa. Adicione a manteiga, o extrato de amêndoas e o extrato de baunilha, processe até ficar homogêneo. Adicione os ovos, um de cada vez; adicione o próximo apenas quando o anterior estiver completamente incorporado. Adicione o restante da farinha, o fermento e o sal e pulse rapidamente até obter uma massa homogênea. Não bata muito. Se preferir, essa etapa pode ser feita a mão. 
Transfira a massa para a forma preparada e asse em forno pré aquecido por mais ou menos 50 minutos, ou até que ao inserir um palito no centro do bolo o mesmo saia seco. Deixe o bolo esfriar ainda na forma sobre uma gradinha. Quando estiver frio, desenforme e sirva acompanhado com frutas da sua preferência. 

O bolo pode ser conservado por até 4 dias em temperatura ambiente em um recipiente bem fechado. Você também pode congelar o bolo pronto por até 2 meses




Print Friendly and PDF

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Tortinhas de Pêras e Amêndoas



Perco facilmente a noção do tempo quando estou a preparar tortas, bolos ou qualquer outra preparação que possa ser classificada como sobremesa. Há algo mágico quando entro na cozinha, misturo açúcar, ovos, farinha...Amo cozinhar, vocês sabem! Mas fazer doces é algo diferente, é como uma conversa mais intima comigo mesma, é uma entrega com muitas recompensas, é puro prazer. Mas não, não pensem que me refiro ao ato de comer o que preparei. É claro que gosto de degustar o resultado final, mas minha satisfação vem do puro ato de cozinhar, observar a transformação dos ingredientes, a precisão da confeitaria, a delicadeza dos sabores e por fim, o cuidado que deve ser aplicado em cada passo. Adoro!

Bom, como estou de férias até a próxima semana, os meus dias têm sido de muita tranquilidade e muitas horas na cozinha. Preparo almoço e jantar, mas sempre me vejo buscando uma desculpa para me render aos prazeres da confeitaria. E esse fim de semana não foi diferente, comecei a preparar essa torta no domingo e terminei ontem. Não por que ela tem muitos passos, inclusive pode ser feita no mesmo dia sem muita pressa, mas por que decidi dividir o trabalho entre esses três dias e assim fazer tudo com bastante calma, intercalada com as outras preparações que saem dessa cozinha tão cheia de atividade ultimamente. 
No domingo preparei a pasta de amêndoas, na segunda pela manhã as pêras, na segunda a tarde a massa e ontem, o recheio. Tudo feito com muita tranquilidade e sem muita pressa. 
A torta ficou pronta logo a tempo para meu lanche da tarde e os aromas do cardamomo e da baunilha ficaram suspensos no ar quase como um convite para uma única xícara de chá, um bom livro e muitas outras aventuras no mundo da confeitaria...

Beijos para vocês! 



Tempo de preparo: 1 hora
Tempo de forno: 15 minutos (Massa) + 25 minutos (Recheio)
Rendimento: 8 porções (Ou uma torta de aproximadamente 22cm)
Adaptado do super talentoso David Lebovitz

Ingredientes para as pêras

3 pêras, cortadas em 4 partes, busque as que mantenham a forma após cozimento (eu usei Bosc)
200g de açúcar
1 litro de água
Cardamamo a gosto
1 fava de baunilha

Ingredientes para a massa

200g de farinha de trigo
1/2 colher (chá) de sal
100g de manteiga sem sal, gelada
1 ovo, levemente batido
Cerca de 2 colheres (chá) de água
Ingredientes para o recheio

170g de pasta de amêndoas, em temperatura ambiente
2 colheres (chá) farinha de trigo
85g de manteiga sem sal, em temperatura ambiente
1 ovo, em temperatura ambiente
1 clara, em temperatura ambiente
Gotas de extrato de amêndoas, opcional
2 colheres (chá) Kirch

Modo de preparo

  1. Comece pelas pêras. Leve ao fogo todos os ingredientes e deixe as pêras cozinhar por mais ou menos 15 a 20 minutos, ou até que fiquem macias. Retire do fogo e deixe na calda.
  2. Para a massa.  Peneire a farinha de trigo com o sal e misture a manteiga com a ponta dos dedos até formar uma farofa. Junte o ovo e a água suficiente para dar liga. Ele deve soltar das mãos. Forme uma bola, cubra com papel filme e leve ao refrigerador por pelo menos 60 minutos. Após o período de descanso, polvilhe uma superfície de trabalho com farinha e abra a massa com a ajuda de um rolo. Forre o fundo e as laterais das forminhas com fundo falso. Fure o fundo com a ajuda de um garfo. Leve a geladeira novamente por aproximadamente 15 minutos. Pré aqueça o forno a 190 graus. Cubra a massa com papel alumínio ou papel manteiga e coloque feijões em cima para que a massa não cresça. Leve ao forno por aproximadamente 15 minutosRetire do forno e deixe esfriar.
  3. Para o recheio. Pré aqueça o forno a 180°C. Coloque todos os ingredientes no multiprocessador e processe até que obtenha uma massa homogênea. Distribua o recheio sobre a tortinhas, coloque um pedaço da pêra que foi cozida anteriormente (Seque um pouco antes de colocar para não ficar com muita calda).  Leve ao forno por mais ou menos 25 minutos ou até que assem por completo. 





    Print Friendly and PDF

    segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

    Pasta de Amêndoas Caseira



    O fim de semana foi bem calmo e sem muitas novidades. Aliás, o início do ano tem sido bem calmo por aqui. O que na verdade me deixa feliz já que minhas aulas começam na próxima semana e esse período de tranquilidade foi ótimo para recuperar as energias, voltar a escrever no blog e colocar um pouco de ordem na minha rotina que estava, no mínimo, absurdamente bagunçada. Porém, eu me conheço e sei que já estou um tanto ansiosa pelas aulas e pela "correria" que vem junto. :)

    Bom, voltando ao assunto desse blog, comida! Esse fim de semana andei revisitando alguns dos meus livros de receitas e me deparei com algumas tortas que me deixaram com água na boca. Tortas perfeitas para o inverno, para um fim de tarde curtindo a casa e a vida tranquila que temos por aqui. Enfim, corri para a cozinha para ver o que tinha disponível e se daria para testar a receita escolhida ainda naquele dia. Infelizmente a receita ia além da minha despensa e não pude seguir em frente com a preparação, mas um dos itens que eu não tinha em casa poderia ser feito e armazenado até o dia seguinte quando poderia ir ao supermercado buscar o que faltava. 
    Bom, esse ingrediente era a pasta de amêndoas. Eu não sei o porquê, mas sempre comprei a pasta pronta e nunca me atentei ao fato que, além de ser muito mais barato fazer em casa, ela não tem segredo e muito menos dificuldade em seu preparo. A vantagem é que rende bastante e você pode guardar na geladeira por até 8 dias e aproveitá-la para outras receitas. Bolos, tortas, bombons, cookies...a variedade é imensa e com certeza esse não será o impedimento para utilizar esse ingrediente tão versátil!

    Por hoje é isso, vou voltar para a cozinha por que logo mais teremos uma deliciosa torta para comer no lanche da tarde.

    Beijos para vocês e boa semana!

    Tempo de preparo: 10 minutos
    Rendimento: Aproximadamente 450g

    Ingredientes

    1 e 1/2 xícara de farinha de amêndoas
    1 e 1/2 xícara de açúcar de confeiteiro
    1 clara de ovo
    1 colher (chá) extrato de amêndoas

    Modo de preparo

    1. Coloque todos os ingredientes no multi processador e processe até que obtenha uma massa homogênea, a massa fica compacta, mas com alguns grumos separados. Polvilhe um pouco de açúcar de confeiteiro em uma bancada e amasse o preparo até que fique com o aspecto de uma massa compactada e firme. Modele a massa em formato de um tubo e cubra com papel filme. Conserve na geladeira até o momento de usar. 
    A pasta de amêndoas pode ser conservada por até 8 dias na geladeira 
    Print Friendly and PDF
    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...